,

Transcrição do julgamento de 2005 - Declaração de abertura de Tom Mesereau - parte 1

26 Certo. Sr. Mesereau, você está pronto para
27 proceder, ou você precisa de outro minuto para recolher -
28 MR. Mesereau: Posso tomar mais um minuto, 122

1 Meritíssimo.2 O Tribunal: Você pode, certamente.
3 MR. Mesereau: Obrigado.
4 Eu estou pronto, Meritíssimo.
5 Tribunal de Justiça: Vá em frente.
6 MR.
Mesereau: Muito obrigado. boa
7 da tarde.
8 O júri: (Em uníssono) Boa tarde.
9 MR. Mesereau: Eu acho que está de tarde. Eu
10 tenho feito confusão porque não há almoço.
11 Senhoras e Senhores, como sabem, meu nome
12 é Tom Mesereau. E é a minha honra e privilégio
13 falar com vocês em nome do Sr. Jackson. A promotoria
14 dtem delinado algumas acusações muito graves
15 e fez alegações muito sérias, como vocês bem
16 sabe.
17 Se acreditarem nele, o Sr. Jackson
18 conspirou para encarcerar uma família, raptar crianças e
19 extorquir. Se acrdeitarem nele, o Sr. Jackson
20 molestou crianças, deu álcool a uma criança paciente de câncer
21 para reduzir as inibições dele e de molestá-lo.
22 E eu estou aqui para dizer a vocês que essas acisações
23 são fictícias, elas são falsas, e elas nunca aconteceram.
24Agora, uma declaração de abertura, como eu acho que vocês
25 todos sabem, é pensado para ser, geralmente, um esboço ou uma
26 pré-visualização do que está por vir. É Muitas vezes descrito como
27 um esboço de como será a prova no
28 tribunal.


123

1 Eu quero dar um passo adiante, e eu quero
2 deixar que todos vocês saibam que eu acho que uma declaração de abertura
3 é um contrato. Você faz promessas em uma
4 declaração de abertura, é melhor cumpri-las. Porque
5 no final do julgamento, o júri vai saber
6 se você cumpriu ou não. E eu lhes digo bem
7 agora, eu vou fazer algumas promessas neste caso,
8 eu vou cumpri-las, e eu quero que vocês me julguem
9 de acordo, no final. Estas acusações são falsas,
10 bobas, ridículas -
11 MR. Sneddon: Meritíssimo, eu vou
12 objetar como argumentativa.
13 O TRIBUNAL DE JUSTIÇA: Sustentada.

14 MR. Mesereau: Senhoras e senhores, eu tenho
15 um organizado discurso de abertura para vocês. Vou
16 levá-los através de vários tópicos. Quem o Sr. Jackson
17 é, o que é Neverland, como eu conheci essas pessoas, que
18 tipo de vida eles levaram.
19 Mas eu decidi, à luz do que eu acabei de dizer,
20 começar com um par de questões que eu gostaria
21 que vocês pensacem por todo o julgamento.
22 Porque eu vou provar exatamente o que eu vou
23 dizer agora.
24 Em primeiro lugar, a família Arvizo é de Los
25 Angeles. Nós vamos trazer testemunhas para contar
26 a vocês sobre o comportamento deles. Por exemplo, Janet e
27 Gavin ligaram para o comediante Jay Leno Gavi e tentaram
28 tirar dinheiro de Leno.
Leno disse a  

124


1 polícia de Santa Barbara, "Alguma coisa estava errada. Eles estavam olhando
2 para uma marca. Parecia roteiro.
3 A mãe estava no fundo e eu encerrei a
4 conversa. "
5 Comediante George Lopez  foi abordado por
6 Gavin e Janet. Pediram dinheiro a ele. Ele não
7 quis dar dinheiro, e então eles o acusaram de
8 roubar US $ 300 da carteira de Gavin.
9 MR. Sneddon: Meritíssimo, eu vou
10 objetar esta declaração. O Tribunal tem uma 403
11 régra.
12 O TRIBUNAL DE JUSTIÇA: Sustentada.
13 MR. Mesereau: Uma atriz chamada Vernee
14 Watson, que apareceu em The Fresh Prince of Bel Air
15 e no filme Antoine Fisher, conheceu essa família em uma
16 escola de dança. Assim que ela conheceu Janet e Gavin,
17 eles quiseram se mudar para a casa dela e queriam dinheiro.
18 Ela se recusou.
19 Uma comediante chamada Louise Palanker foi
20 abordada por Janet, ela disse que eles precisavam de dinheiro para
21 contas médicas e despesas pessoais. Ela não foi informada
22 de que o seguro estava cobrindo todas as despesas médicas.
23 Ela deu a eles US$ 20.000, dois cheques US$ 10.000.
24 Então ela foi para a casa para verificar o
25 quarto, para o qual ela pensou que estava a contribuindo,
26 para Gavin,quando voltasse para casa para se curar. Ela soube de um
27 construtor que tinha ido para a casa e refez o quarto.
28 Ela descobriu que a contrução tinha sido feita, não 125


1 paga, e que o dinheiro tinha sido usado para uma TV enorme
2 e leitor de DVD. E ela ficou chateada.
3 Este tipo de comportamento, vamos provar para vocês,
4 repetiu-se por vezes. Michael Tyson foi
5 abordado. Foram feitos esforços para chegar a Adam
6 Sandler. Jim Carey. Uma série de celebridades.
7 E vamos provar a vocês que a mais conhecida
8 celebridade e vulnerável celebridade se tornou
9 um alvo: Michael Jackson.
10 Quem é Michael Jackson. Você vai
11 aprender muito sobre ele neste julgamento. Porque
12 Michael Jackson, como você sabem, tem sido o assunto
13 de  muita especulação, de tantas informações falsas, como
14 documentários muito enfeitados, tantos shows por tantos
15 anos, a pergunta que será feita a vocês é
16 "Quem é ele." E você vai aprender.
17Você vai aprender que Michael Jackson
18 nasceu em Gary, Indiana, em uma grande família, uma muito
19 famosa família musical. Eles não tinham muito naqueles
20 dias. Michael Jackson teve que trabalhar duro a partir
21 dos cinco anos para desenvolver o talento dele e a genialidade musical
22 dele, e assim fez. Ele ia para a
23 escola, chegava em casa, e fazia a lição de casa dele.
24 E em vez de ter a liberdade que muitos
25 jovens tinham, ele tinha que ensaiar. Ensaiar e
26 ensaiar e ensaiar. E nos fins de semana, havia performances
27 em várias cidades, Chicago, Detroit,
28 e ele tem trabalhado muito duro.
E o sucesso que vocês

126


1 conhecem veio através da combinação de
2 genialidade e muito, muito trabalho duro.
3 Michael Jackson tem dito muitas vezes: "Eu perdi
4 parte da minha infância. Eu não tive tanta liberdadequanto
5 outras crianças. Eu não poderia ser tão espontâneo,
6 porque quando eu não estava na escola ou fazendo
7 meu dever de casa, eu devia estar ensaiando dentro das primeiras horas
8 da manhã.E ele sempre teve um
9 interesse na própria infância dele e como isso se relacionava com o mundo,
10  a carreira dele e com a vida dele.
11 O procurador apresentou a vocês
12 fotos de Neverland. Ele comprou em Neverland
13 1988. Isso é aproximadamente 2.800 hectares que estão em Los Olivos.
14 O procurador apresentou um quadro de Neverland como sendo
15 um paraíso para o crime, alguma isca para conduta desprezível
16 Não é.
17 Neverland foi criada por Michael Jackson por uma
18 série de boas razões. Se vocês entrarem em Neverland, vocês
19 são atingidos pela atmosfera infantil, atmosfera da Disneylandia, fantasilandia.
20 Vocês verão estátuas de crianças. Meninos
21 e meninas que brincam de várias maneiras. Você verá uma
22 trem. Vocês verão um lago. Você verá um zoológico com
23 Elefantes e girafas, com tigres e todos os tipos...
24 alpacas e todo tipo de animais. Vocês verão um
25 de teatro. Vocês verão colinas. E vocês verão
26 um convite para brincar e ser criança. E como eu
27 acho que vocês já sabem, as crianças comem lá toda a
28 hora. A maioria delas são crianças do subúrbio, que vivem na


127


1 Pobreza, drogas, violência, problemas. Eles vão lá
2 para recreação. É um convite para elas.
3 Vocês também verão a rua principal, que tem o nome da mãe
4 dele. Vocês vão entrar na casa principal
5 e verão as belas antiguidades que ele comprou e
6 vocês verão imagens dos lindos filhos dele e de toda a
7 a família dele. Algumas delas pintadas. Algumas delas,
8 fotografadas. Ele criou Neverland por
9 razões particulares. Ele sentia que a infancia dele
10 foi privado em parte, por todo o trabalho que descrevi.
11 Ele queria um lugar aonde as crianças,
12 esse tipo de crianças particularmente que vem do subúrbio,
13 com problemas, poderia vir e se divertir e ser
14 livre e espontânea, inocente, e ter um momento
15 maravilhoso.
16 Ele fez isso em honra de sua família. Como eu disse
17 a vocês antes, a rua principal tem o nome da mãe dele,
18 a quem ele ama muito. Ele a criou porque era onde
19 ele queria viver. Nesta comunidade,
20 desta forma. E é por isso que ele escolheu Los
21 Olivos. Poderia ter sido em qualquer lugar do mundo.
22 Michael Jackson conheceu a família Arvizo
23 porque ele foi contatado e disseram-lhe que um rapaz jovem que tinha
24 câncer e queria conhecê-lo e precisava da ajuda dele.
25E ao contrário de outros que perceberam o ardil, ele não percebeu.
26 Ele entrou em contato com a criança. Eles falaram ao telefone.
27 Ele enviou brinquedos e favores para a família.
28 A mãe estava extremamente ansioso para conhecer


128

1 Michael Jackson. Como nós vamos provar a vocês, a
2 mãe, com seus filhos como ferramentas, estava tentando
3 encontrar uma celebridade em quem se agarrar. Eles estavam tentando
4 encontrar uma celebridade para criar a vida e dar a eles as
5 vantagens que eles não tinham. E eles tinham
6 interesses com essa celebridade. E
7, infelizmente, para Michael Jackson, ele se apaixonou por eles.
8 É onde tudo começa.
9 Agora, Michael Jackson, você vai aprender sobre ele
10 em tribunal. Você vai aprender que a pessoa que não está
11 no palco é realmente uma pessoa muito tímida, uma pessoa muito reservada
12 , uma pessoa que de alguma forma foge do centro das atenções
13 quando ele não está no palco, e uma pessoa que
14  que escolheu viver a vida dele como ele quer vivê-la,
15 com base no contexto dele, o que eu acha que ele pensava que
16 ele tinha sido privado ,  e os sonhos dele.
17 Ele tem escrito sobre aimportância dos sonhos,
18 não apenas como um processo criativo, mas como base para viver
19 nossas vidas vida. Ele tentou fazer isso em
20 Neverland. E Neverland, vamos provar para vocês, não
21 é um paraíso para a atividade criminal, uma isca para
22 abuso sexual, um ímã para o crime. Não é nenhuma das
23 coisas que o promotor tentou lhes dizer que é.
24 Vamos provar isso neste caso.
25 Michael Jackson queria ajudar Gavin Arvizo.
26 Ele deixou que eles viessem a Neverland. Ele cantou músicas para
27 Gavin. Seus pais estavam ao redor, seus irmãos e irmãs estavam em volta
28
E eele tentou ajudar Gavin em

129


1 no caminho que ele poderia ter que atravessar. A criança foi descrita
2 para ele como tendo um câncer muito sério, como tendo tido
3 rodadas de quimioterapia, vários órgãos removidos. Ou seja, foi dito a ele,
4 Michael, que essa criança estava no
5 últimos suspiros dela.
6 Ele o levou ao redor de Neverland. Mostrou os
7 animais a ele. Mostrou a ele um tipo de atmosfera da Disney
8 que ele pensava e acreditava e sabia que
9 crianças gostam. Ele fez coisas que eram incomuns.
10 Michael é um leitor voraz. Ele adora
11adora ler livros e todos os assuntos. Ele eem perto de
12 de um milhão de livros em Neverland. E ele tentou usar
13 técnicas sobre as quais ele havia lido para ajudar pacientes com
14 cãncer.
15 Por exemplo, ele pediu a  Gavin para imaginar que ele está
16 jogando Pac Man, e as células cancerosas estão sendo
17 engolidas pelas pessoas boas. Ele tinham aprendido isso
18 a partir de estudos de técnicas de visualização que foram
19 aperfeiçoadas na Inglaterra há anos para pacientes com câncer.
20 A teoria deles é que se você deseja visualizar e
21 imaginar em sua mente uma maneira de vencer uma doença, se você
22 deseja visualizar as células boas vencendo as células más –
23  eles às vezes descrevem como peixes, os
24 peixes bons comendo os peixe ruinsse você deseja visualizar
25 a cura, se você deseja visualizar, através
26 de imagens como você pode derrotar uma doença, os estudos mostram
27 que isso, às vezes, ocorre. E ele ensinou isso para Gavin.
28 Ele o ensinou a subir em árvores quando ele estava 


130

1 bem. Ele fez o tipo de coisas que a mãe dele e o pai dele pediram a
2 Michael Jackso para fazer. Ele passou muito tempo
3 longe da carreira dele para ajudar essa criança
4 e ajudar a família dela, nunca sabendo que erauma armadilha
5 sendo preparada. E eu vou dizer a vocês como a armadilha
6 foi definida.
7 Primeiro de tudo, senhoras e senhores, eu provarei
8 a vocês neste caso que há
9 um padrão seguido por Janet eos filhos dela para engarnar
10 as pessoas por dinheiro.
11 Primeiro de tudo, o procurador aludiu a uma
12 deposição onde ele disse que elaadmitidamente mentiu. Ele
13 não contou os detalhes. Deixe-me contar a vocês alguns
14 deles.
15 Janet Arvizo processou a J.C. Penney, em West Covina,
16 Condado de Los Angeles. Ela esteve morando em Los
17 Angeles com a família dela em vários locais, isso
18 será importante, e vou dizer porquê.
19 Ela alegou que ela foi uma vítima e que
20 as crianças dela foram vítimas de ataque, prisão
21 ilegal e imposição de sofrimento emocional.
22 Isso foi em julho de 1999.
23Quase um ano depois, ela Alterou
24 a  reclamação para adicionar agressão sexual por um oficial da segurança.
25  O que ela disse que o oficial de segurança tinha
26 feito no estacionamento público da J.C. Penney.
27 Ela disse que os seios dela foram acariciados, que os mamilos dela
28 foram espremido de10 a 20 vezes, que ela foi socada


131

1 com um punho fechado por um guarda de segurança da J.C. Penney,
2 que ela foi molestada na área vaginal e que ela estava
3 foi chamada por insultos raciais. Esse é o caso em que ela estava
4 depondo sob juramento. Este é o caso em que o
5 Ministério Público diz que ela mentiu. Ela admitiu que estava mentindo
6 nesse caso.
7 O filho dela estava doente. O processo foi resolvido.
8 A família ganhou um total de $ 152,500. Essa é a
9 família Arvizo.
10 O ex-marido de Janet Arvizo, David, diz que Janet
11Treinou os filhos dela sobre o que dizer naquele caso. Uma
12 testemunha chamada Maria Holzer, um empregada de uma firma legal
13 que estava representando Janet Arvizo, Gavin Arvizo,
14 Star Arvizo e David Arvizo no caso J.C. Penney
15 veio para testemunhar que Janet
16 admitiu que mentiu.
17 Deixe-me dar um passo além: A senhorita
18 Holzer disse que Janet disse que o marido dela tinha um primo
19 na máfia mexicana e essa mulher disse que nunca apareceu
20 porque ela tinha medo de ser ferida.
21 Este é o primeiro padrão que eu quero identificar
22 para você com relação a essafamília. Vamos para
23 o segundo exemplo desse padrão.
24 Em 18 de dezembro, no ano de 2000, na
25 deposição no caso J.C. Penney, Janet Arvizo
26 disse que o marido dela, David, nunca a agrediu. Ela agora
27 diz que foi agredida por 17 anos. Cada ano do
28 casamento dela.


132

1 Em 29 de setembro de 2001, Janet Arvizo disse
2 ao departamento de Polícia de Los Angeles  que ela foi agredida
3 por David Arvizo, o marido dela. Menos de um mês depois
4 ela pediu o divórcio. Exatamente um mês depois de ela
5 ter pedido o divórcio, ela pedou auxílio do governo
6 alegando que o marido dela a tinha agredido.
7 E a propósito, vamos provar que o 152,000 dólares nunca foram
8 mencionados na aplicação do auxílio governamental
9 e essa aplicação está sob pena
10 de perjúrio.
11 Em 26 de novembro de 2001, Janet Arvizo disse ao
12 da DPLA, a Polícia de Los Angeles, pela primeira vez,
13 que David Arvizo, o futuro ex-marido dela, tinha
14 molestado a filha deles 12 anos atrás.
15 Ela nunca tinha feito essa alegação antes.
16 Novamente, ela alegou cárcere privado. Ela
17 disse que ela foi vítima de ameaças terroristas. E
18ela alegou que o ex-marido ela deliberadamente machucou
19 os filhos dela.
20 As alegações contra Michael Jackson é a terceira
21 vez que ela alega cárcere privado.
22 É, pela nossa contagem, aproximadamente a quarta vez
23 que ela alega agressão sexual.
24 Em 26 de novembro de 200, Davallin Arvizo,
25 obedecendo a mãe dela, alegou que o pai abusava fisicamente
26 dos ormãoes dela e ameaçou matar a
27 mãe dela.
28 Senhoras e senhores, vamos chamar  testemunhas


133
1 que dirão que a Sra. Arvizo muitass vezes no passado
2 disse que as pessoas estavam tentando matá-la.
3 Em 26 de novembro de 2001, Janet entrou com uma cópia de
4  um relatório de prisão contra o marido dela junto à
5 Agência de Serviços Sociais, em Los Angeles, para agilizar
6 a ajuda, a assistência pública que ela queria. Isso é
7 Assistência ao público a qual ela se candidatou sem
8 mencionar bens, contas bancárias, o acordo com a J.C. Penney
9 e outras coisas que ela tinha, e outras
10 coisas que foi pedido a ela que divulgasse. E repito,
11esses formulários estão sob pena de perjúrio.
12 No caso atual, ela diz que o
13 ex-marido, David, abteu nela enos filhos
14 por muitos e muitos anos. Como o promotor sugeriu
15 para vocês, ela está afirmando que ela é vítima de uma
16 vida inteira de abusos. O que ele não contou a voces
17 foi que ela alegou também que outros parentes estão nos
18 negócios de drogas e abusavam dela e dos filhos dela também.
19 Deixe-me contar um pouco sobre a
20 evidência que nós vamos apresentar para vocês, sobre
21 os esforços para obter o dinheiro de celebridades,
22 alegando que ela é pobre, quando ela não é.
23 Você já ouviu uma descrição do
24 procurador sobre o pequeno apartamento no leste de Los
25 Angeles, de onde veio estes móveis, os quais, alegadamente
26 Michael Jackson, de alguma forma, queria roubar.
27 Eu acho que a
28  implicação é de  Michael Jackson precisava da


134

1 da mobília dela.
2 que estava em um apartamento estúdio em no leste de Los
3 Angeles, onde a família dela vivia naquele
4 tempo, mas geralmente não muitas vezes. Era um apartamento-estúdio,
5 o qual tinha puca mobília e docoração esparsa,
6  parecia que não tinha sido usado realmente,
7 porque, na  maior parte, não foi.
8 Para a maior parte, ela vivia com os pais
9 dela, em El Monte. E quando ela se envolveu com o
10 marido atual, ela foi morar com ele e a
11 a família.
12 mas quando ela queria que celebridades doassem
13 dinheiro para ela, antes de ela dizer que o filho dela
14 tinham câncer, e que eles eram necessitados e eles precisavam de
15 dinheiro para contas médicas, adivinhem para onde ela os convidava.
16 O apartamento estúdio no leste de Los Angeles. Ela o manteve
17 mesmo quando  ela  foi viver em outros locais.
18 O marido dela trabalhava no Von’s. Ele era um
19 caminhoneiro. E ele tinha todos os benefícios médicos dos
20 fornecido aos caminhoneiros, incluindo a cobertura médica completa.
21 Gavin foi tratado no Hospital Kaiser em Sunset,
22 Los Angeles. Não houve co-pagamentos. Não houve
23 empréstimos. As despesas médicas dele foram pagas
24 por completo. Mas Janet Arvizo pôs em prática um programa para
25 pegar o filho dela e tentar usá-lo para obter dinheiro para ela.
26 Aproximou-se do
Mid Valley News, um
27 jornal de El Monte. Ela disse que não poderia pagar as
28 contas médicas do filho.
Ela disse que era $ 12 000

135


1 para tratamento de quimioterapia. Aqueles estavam sendo tratamentos
2 pagos pela companhia de seguros. Ela pediu-lhes para
3 ajudá-la a levantar dinheiro. Ela queria um anúncio no
4 jornal. Eles puseram um anúncio no jornal.
5 Mas ela era um tipo de squirrelly sobre a conta,
6 porque o povo do jornal disse: "Se é
7 para o seu filho, e estamos arrecadando dinheiro para o seu filho,
8 você tem que ter uma conta em nome do seu filho."
9 E ela disse o número, mas
10 vamos provar que ela pediu a uma mulher para
11 ajudá-la a criae a conta. A irmã dessa mulher
12 foi uma advogada e se ofereceu para ajudar. Essa mulher
13 queria o número de Seguro Social de Gavin. Janet disse
14 o Número, ela queria o nome dela na conta,
15 e vamos provar a vocês que eventualmente ela encontrou um
16 mecanismo inteligente para fazer isso. Criou-se uma
17 conta no nome dela, com ela senso a signatária,
18 e ela disse que era para o benefício de Gavin, e ela colocava e
19 e tirava dinheiro da
20 conta.
21 As pessoas no jornal vai dizer avocês
22 que eles ficaram tão comovidos pela história de Janet e
23 Gavin, que eles levaram para ela um peru no
24 dia de Ação de Graças, eles estavam pensando em engajar-se em um
25 ato de boa vontade, boa sorte. Bateram à
26 porta. Janet respondeu, e ficou chateada. Ela não
27 queria um peru, ela queria dinheiro.
28 Em 15 de junho, do ano de 2000, Janet recebeu


136
1 $ 10.000 da Sra. Louise Palanker. Eu a mencionei.
2 Ela é uma comediante e atriz, que costumava se apresentar
3 em um lugar chamado The Laugh Factory, em Los Angeles.
4 Janet Arvizo queria que os filhos dela fossem
5 atores. Ela não fazia segredo sobre isso. E ela
6 os levou para escola de teatro em Los Angeles. Eles
7 Interpretaram no Laugh Factory. O cheque que
8 eles... Que a Senhora Arvizo recebeu de Louise
9 Palanker foi, então, depositado na conta da mãe de Janet,
10 então, ela não tem que declará-lo ás
11 autoridades da assitencia governamental e tinha uma pista documntal
12 de que eles realmente tinham dinheiro, pois ela fez e perseguiu
13 os esforços para enganar as pessoas sem fundos.
14 Em 10 de junho de 2000, David Arvizo, o marido
15 marido, recebeu US $ 10.000 da Sra. Palanker novamente.
16 Sra. Palanker irá testemunhar, foi dito a ela que
17 eram necessitados. Eles precisavam disso por contas médicas
18 e despesas de subsistência.
19 Em 19 de julho de 2000, quase uma semana depois de ela
20 ter escondido esse dinheiro , Gavin pediu  para conhecer Michael
21 Jackson. Agora, há um pouco de uma disputa sobre
22 quem, exatamente , contatou  Michael Jackson primeiro, porque
23 uma cabeleireira amiga dele, Carol Lamir, tem
24 indicado que ela arranjou que o contato através do assitente do Sr. Jsckson,

25 quando ela escutou sobre Gavin. E
26 ela soube sobre Gavin porque o filho dela estava na mesma escola
27 de dança que Gavin mesmo foi dançando na escola; uma escola de
28 dança em Olympic e Fairfax, em Los Angeles.  


137

1  Foi nessa escola de dança onde Janet se aproximou da Atriz
2 Vernee Watson e pediu dinheiro e queria se mudar
3 para casa dela.
4 Michael Jackson aprendeu soube sobre  a  doença dacriança
5 e ficou muito aborrecido e muito preocupado. Ele
6 arranjou uma cesta de presentes, brinquedos, para serem enviados para o
7 hospital.
8 Em agosto de 2000, 27 de agosto, a família Arvizo
9 vem a Neverland pela primeira vez. E mais uma vez, isso era
10 parte da tentativa de Michael Jackson para ajudar a
11 da família, foi dito a ele que eles eram necessitados, com uma
12 criança seriamente doente.
13 Conforme todos contam, durante esses primeiros meses,
14 as crianças Arvizo foram muito bem comportadass.
15 Ninguém parece ter tido um problema com eles nas
16 instalações. Isso mais tarde mudou, como vou explicar a
17 vocês na minha declaração de abertura.
18 Em 21 de setembro de 2000, os Arvizos visitaram
19 Neverland. Eles gostaram dos passeios. Eles ficaram
20 mais. Foi toda a família, a mãe, o
21 marido e os três filhos. A mãe ficou no
22 quarto em que convidados especiais ficavam em Neverland. Esse
23 é o quarto de hóspedes onde, mais tarde, afirmaram terem sido
24 mantidos presos. É um quarto lindamente decorado quarto
25 onde Elizabeth Taylor e Marlon Brando sempre
26 solicitavam, quando eles visitavam Neverland. É um dos
27 quartos mais bonitos que você já viu. Ela diz que
28 ela foi mantida em cárcere lá em uma data futura.


138

1 Ela diz que ela também estava impedida de saber o
2 tempo,  não podia ver um relógio em qualquer lugar.
3 Impedidos de determinar quando elas podiam e não podiam
4 sair.
5 Você vai aprender neste julgamento que
6 que observando Neverland em uma das mais proeminentes
7 colinas, uma das mais proeminentes vistas de
8 Neverland é um enorme relógio. Ele é iluminado à noite.
9 Ele é proeminente durante o dia. Não tem como perder isso.
10 À direita desse enorme relógio está outro enorme relógio,
11 toda Neverland são relógios,
12 Muitos deles com um tipo de estilo Dineylandia.
13 Grandes relógios ornamentado.
14 No outono de 2000, como eles estavam
15 visitando Neverland, eles atropelaram Jay Leno, George
16 Lopez, e Weatherman Fritz Coleman em Los Angeles.
17 Eu já expliquei para vocês a abordagem de Jay Leno, que,
18 a propósito, não tem simpatia alguma por Michael Jackson.
19 E ele disse à polícia de Santa Barbara
20 que algo estava errado. A conversa foi gravada.
21 Eles pegram o telefone. Leno diz: "Eu sou realmente
22 muito mais fácil de se alcançar do que muita gente pensa,
23 particularmente se eu ouvir que alguém está em necessidade." Foi
24 Gavin que o ligou, não Janet. Mas ele disse: "Eu poderia
25 ouvir a mãe no fundo. E do jeito que ele
26 se aproximou de mim, dizendo: 'Eu te amo, eu te assito tarde
27 da noite’ sugeriu a ele que algo estava errado.
28 E ele encerrou a conversa rapidamente

139

1 Ele disse à polícia que eles estavam procurando por um
2 alvo.
3 Eu já mencionei o problema com George
4 Lopez. Veja, a Laugh Factory é um ímã para
5 comediantes em Los Angeles. Muitos começaram a carreira
6 deles lá. E comediantes estabelecidos como Jay Leno
7 e George Lopez de vez em quando gostam de aparecer
8 e mantêm os contatos deles no
9 mundo da comédia.
10 Fritz Coleman é um repórter, um meteorologista
11 em Los Angeles, muito bem conhecido. Ele foi abordado
12 por Janet e Gavin Arvizo. Janet disse que o filho dela
13 ficou gravemente doente de câncer. Ele arranjou para
14 arrecadadar fundos no Laugh Factory. E vamos provar
15 a vocês que assim que você entrasse no Laugh Factory para o
16 arrecadadação de fundos, Gavin estava com a mão dele estendida
17 no lobby, com Janet espetando-o.
18 Agora, a Laugh Factory é propriedade de alguém
19 chamado Jamie Masada, que foi mencionado na
20 declaração de abertura do Ministério Público. Masada afirma
21 que foi ele quem contatou Michael Jackson para falar
22 sobre Gavin. Acreditamos que foi Carol Lamir. Mas ambos
23 fazem essa reivindicação.
24 Quando questionado sobre para onde foi o dinheiro,
25 o Sr. Masada primeiro disse: "Bem, nós entregamos ao
26 hospital.” Mas o hospital não tem registro de dinheiro
27 sendo pago, porque você não precisa pagar nada.
28 O seguro pagou por cada despesa


140

1 médica.
2 Fritz Coleman não sabe para onde o dinheiro
3 foi também. Ele desapareceu no ar. Para onde
4 que vocês acham que foi.
5 Este foi o momento em que acusaram George
6 Lopez de roubar 300 dólares da carteira
7 de Gavin.
8 SR. Sneddon: Meritíssimo, eu vou
9 objetar novamente.
10 O TRIBUNAL DE JUSTIÇA: Sustentada.
11 MR. Mesereau: Oh, me desculpe. Eu não
12 devia...
13 SR. Sneddon: Isso é o dobro.
14 MR. Mesereau: Em outubro de 2000, Janet,
15através de Gavin, aproximou-se de Michael Jackson e disse:
16 "Nós não temos nenhum meio de transporte. Somos pobres.
17 Nós não podemos ter." E Michael deu a eles uma SUV.
18 Vamos provar para vocês que Janet não queria
19 o nome dela no registro, porque ela nunca
20 divulgou isso nos pedidos de assitência social dela e outros aplicativos e
21 pedidos de assistência pública, incluindo
22 de deficiência. Nem pormenorizou a deficiência de renda para
23 se candidatar a receber assitência social, conforme necessário.
24 Quando ela se reuniu com a polícia mais tarde
25 uma das principais queixas dela é que ela queria
26 o carro de volta. O carro foi danificado severamente. Ninguém
27 sabe exatamebte como. Existem várias histórias sobre
28 isso. Ele voltou para
Neverland para reparos.


2 comentários »

  • mila said:  

    Nem sei o que dizer, simplesmente amando tudo isso. Enfim, um blog com uma linha de pensamento TOTALMENTE correta. Fã aqui! Beijos!

    :*

  • daneJackson said:  

    Oi Mila, tudo bem? Quem bom que está gostando. Se você quiser ler os livros, clicando na imagem da capa ou no título nos menus, você vai para uma página dedica exclusivamente a cada um deles. O mesmo ocorre com as transcrições; elas têm página própria, basta clicar em transcrições no menu Caso Arvizo.

  • Sesini duyur!

    Leia Antes de Comentar:

    - Aproveite para deixar a sua opinião, sendo importante que não se fuja do assunto postado.

    - Os Comentários deste blog são moderados.